GERENCIAMENTO DE OBRAS

O gerenciamento de obras no Brasil é uma atribuição de arquitetos e engenheiros civis, regulamentada pela Lei 5.194, de 1966. Com o acompanhamento in loco, a COMPOR garante que a construção seja realizada dentro do prazo estipulado, com respeito aos custos previstos e aos padrões de qualidade e desempenho desejados pelo cliente, assegurando a excelência técnica do produto acabado, além da continuidade e eficiência técnica durante a implantação do empreendimento.
A organização e os métodos de trabalho da COMPOR, tem como primor administrar simultaneamente, o cumprimento do cronograma e a previsão financeira, gerindo profissionais que têm formações e práticas diversas. Dominando custos, contratos, prazos, planejamento e gestão de pessoas.
Fazem parte do escopo do gerenciamento da COMPOR:
a elaboração do planejamento físico-financeiro da obra;
a programação de aquisição de materiais e contratação de serviços, incluindo cronograma de suprimentos;
o planejamento operacional e logístico da obra, incluindo o planejamento do canteiro;
o controle e o acompanhamento das atividades executadas (gestão de mão de obra e de segurança);
a retroalimentação do planejamento físico-financeiro.